Retrans - Transnet

Tecendo Redes de Saberes e Conversações

E-nonsense e Transcultura

Informação

E-nonsense e Transcultura

...não há acaso no trocadilho, 
há não-brincadeira na brincadeira...                                                  Edgar Morin - PARA SAIR DO SÉCULO XX


Site: http://emersonriwersun.blogspot.com
Local: Planeta Terra
Membros: 3
Última atividade: 3 Dez, 2013

O que é o humor ?

A palavra é latina; humor, humoris, é líquido, fluido, humores do corpo humano como o sangue, a linfa, a bílis, enfim as seivas da vida. Portanto sua origem é médica, revelada pelos gregos cujos traços principais foram dados por Hipócrates, que estabeleceu relações entre os temperamentos e os humores, líquidos corporais. Segundo esta fisiologia, que vai até o fim da Idade Média, os humores do corpo humano influiriam no caráter dos indivíduos, no seu temperamento. Foi só no século XVII, que a palavra começou a ter o significado atual. Em 1906 Louis Cazamian, um jovem professor de literatura inglesa escreveu um artigo cujo título era: Porque não podemos definir o humor. Título paradoxal e bem humorado, pois em seguida tenta definir o humor desde seu mecanismo estético. Em 1950 o mesmo Cazamian escreveu um livro sobre o desenvolvimento do humor inglês, mas renuncia a definir o humor. A renúncia de definição revela a dificuldade, mas Luigi Pirandello num livro sobre o humor escreve "o humorismo consiste no sentimento do contrário, provocado pela especial atividade de reflexão que não se esconde, como geralmente na arte, uma forma de sentimento, mas o seu contrário, mesmo seguindo passo a passo o sentimento como a sombra segue o corpo. Para o humorista, segue Pirandello, as causas na vida, não são nunca tão lógicas, tão ordenadas, como nas nossas obras de arte comuns. A ordem? A coerência? Mas se nós temos no interior quatro, cinco almas em luta entre si: a alma instintiva, a alma moral, a alma afetiva, a alma social? E conforme domine esta ou aquela compõe-se a nossa consciência, e nós consideramos válida e sincera aquela interpretação fictícia de nós mesmos, do nosso ser interior que desconhecemos, porque não se manifesta nunca inteiro, mas ora de um modo ora de outro como queiram os casos da vida. O humorista decompõe o caráter em seus elementos; mostra as suas incongruências". O sentimento do contrário tão bem descrito por Pirandello é uma das essências do humor, que permite relativizar tudo e quebra toda seriedade teórica e prática seja do que for. 

O humor não reconhece heróis; diverte-se em decompor, mesmo quando não seja um divertimento agradável. Parte do sentido em busca do nonsense, ao contrário da interpretação que parte do nonsense, para buscar um sentido. É um ato de desdobramento no ato mesmo da concepção; por isso, todo sentimento, todo impulso, todo pensamento que surge no humorista, se desdobra em seguida no seu contrário: todo sim em um não que assume o valor de sim. O humor, como diz Jankélévitch, " caminha sem alvo sobre a terra, não tem tese, não advoga, vai sempre mais além, está sempre a caminho; mesmo no fundo da infelicidade extrema e da vergonha, o gracioso arabesco, o bizarro, faz emergir o sorriso do deslumbramento. A ironia é a arma dos fortes, enquanto o humor é a única arma dos fracos, pois a humildade humorística permite ultrapassar a humilhação. O humor é a arma dos desarmados e não triunfa pois o humor goza a si mesmo. O humorista traz à tona a dúvida e a precariedade, sempre busca a liberdade de brincar com o poder de qualquer ordem. O humor não leva a sério nada, nem a si mesmo". 

CÔMICO X HUMOR 

O cômico como fenômeno antropológico responde ao instinto do jogo, ao gosto do homem pela brincadeira e pelo riso, a sua faculdade de perceber aspectos insólitos e ridículos da realidade física e social. O cômico libera, já o humor é grandioso e edificante. O cômico expõe uma contradição engraçada e o humor cria uma reflexão, daí o seu riso filosófico. Para Freud o que tem de grandioso no humor provém do narcisismo e da invulnerabilidade vitoriosa do eu. Já a comédia vem do grego Komedia, onde komos era o desfile e a canção ritual em homenagem a Dionísio.

Riwersun-RSS

Carregando... Carregando feed

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de E-nonsense e Transcultura para adicionar comentários!

 

Membros (2)

 
 
 

Translate

Badge

Carregando...

Últimas atividades

Jayme Bueno postou um status
"quando em fé, no cansaço das batalhas, é Deus, quem segura firmemente nossa mão."
12 horas atrás
Eduardo Sejanes Cezimbra e Antonio Cabral Filho agora são amigos
ontem
Jayme Bueno postou um status
"é a intenção no Bem, que traça o caminho a seguirmos."
ontem
Suely Pereira entrou no grupo de Antonio Cabral Filho
Miniatura

Grupo de Haicais Caminho da Pedra Negra - Antonio Cabral Filho - Rj

GRUPO DE HAICAIS CAMINHO DA PEDRA NEGRA deseja divulgar o HAICAI, simplesmente divulgar o HAICAI. Mais nada. Aceita a participação de toda concepção ligada a essa forma de poesia japonesa, desenvolvida rumo à modernidade por Matsu Bashô. Sejam benvindos! Antonio Cabral Filho - Rj Ver mais...
quinta-feira
MARGARIDA MARIA MADRUGA deu um presente para Maria das Graças
quinta-feira
Antonio Cabral Filho respondeu à discussão MEUS HAICAIS PREFERIDOS * Antonio Cabral Filho - Rj de Antonio Cabral Filho no grupo Grupo de Haicais Caminho da Pedra Negra - Antonio Cabral Filho - Rj
"Por favor, acessem, leiam, participem, escrevam e, se quiserem debater, estamos às ordens. Nosso parlamento é aqui. Abraços a todos!!"
quinta-feira
Antonio Cabral Filho adicionou uma discussão ao grupo Grupo de Haicais Caminho da Pedra Negra - Antonio Cabral Filho - Rj
quinta-feira
Antonio Cabral Filho postou um grupo
Miniatura

Grupo de Haicais Caminho da Pedra Negra - Antonio Cabral Filho - Rj

GRUPO DE HAICAIS CAMINHO DA PEDRA NEGRA deseja divulgar o HAICAI, simplesmente divulgar o HAICAI. Mais nada. Aceita a participação de toda concepção ligada a essa forma de poesia japonesa, desenvolvida rumo à modernidade por Matsu Bashô. Sejam benvindos! Antonio Cabral Filho - Rj Ver mais...
quinta-feira
Antonio Cabral Filho deu um presente para MARGARIDA MARIA MADRUGA
quinta-feira
Antonio Cabral Filho adicionou uma discussão ao grupo TransPoetizando Poesia e Arte
Miniatura

INFERNO SEGUNDO HADES * Antonio Cabral Filho - RJ

-hadescontos.blogspot.com.br-***INFERNO SEGUNDO HADES Derivar na rota dos passosaté tropeçar no ponto final pra chamar o trajeto de caminhadae encerrar o roteiro de suas dúvidas com a esdrúxula certeza de seguirdesnorteado em mapas imaginários até encontrar um teólogo no meio do nadapregando geo-teogonias para detentos - todos deficientes mentais -neste hospício chamado Terra…Ver mais...
quinta-feira
Antonio Cabral Filho entrou no grupo de Suellen Manfredini
Miniatura

TransPoetizando Poesia e Arte

A sensibilidade na "flor-da-pele".Poste aqui a sua poesia mais íntima, a mais bonita e a mais significante para você.Ver mais...
quinta-feira
Antonio Cabral Filho comentou a postagem no blog Terras indígenas brasileiras são exemplo no combate a mudanças climáticas de Eduardo Sejanes Cezimbra
"Bela matéria! Parabens!!"
quinta-feira

Notas

Tutorial RETRANS

Algumas informações básicas.

Na sua página pessoal (“Minha Página”) você pode criar um blog sobre sua rede, atividade ou interesse, clicando em "+Adicione uma mensagem no blog".

As atualizações do seu blog aparecem na página principal, o que dá mais visibilidade para seu texto!

Para colaborar com essa rede, você pode responder aos fóruns e fazer upload de vídeos e fotos de momentos marcantes de nossas redes ou de conteúdos afinados com a comunidade. Estas opções estão marcadas…

Continuar

Criado por Eduardo Sejanes Cezimbra 4 Mar 2011 at 8:24. Atualizado pela última vez por Eduardo Sejanes Cezimbra 12 Ago, 2012.

Recuperando sua senha na RETRANS

A recuperação de senhas se faz através do seu e-mail de inscrição (lembre-se que deve ser o que usou na inscrição) na RETRANS.

Basta digitar o seu e-mail no login e clicar em "esqueceu sua senha?" que o programa envia instruções para nova senha através de sua caixa-postal.

Também podes entrar pelo Facebook,Google ou Yahoo (abaixo do login), coluna superior direita na página principal.

Continuar

Criado por Eduardo Sejanes Cezimbra 15 Mar 2011 at 14:21. Atualizado pela última vez por Eduardo Sejanes Cezimbra 15 Mar, 2011.

© 2014   Criado por Eduardo Sejanes Cezimbra.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço